quarta-feira, 11 de março de 2015

Governo recebe apoio de produtores de leite para ampliar benefícios

Campo Grande (MS) – O conhecimento e a experiência de produtores de leite foram compartilhados com o Governo do Estado em uma reunião com o governador Reinaldo Azambuja na tarde de ontem (9), na Governadoria.




Na reunião o Grupo de Produtores de Leite de Mato Grosso do Sul e o Núcleo dos Criadores de Girolando ofereceram ao Governo apoio para ampliar a qualidade do leite e incentivar a formação de novas cooperativas, dinamizando a cadeia produtiva e gerando receitas para os setores público e privado. “É um setor importante, agrega muitos produtores e que o governo considera estratégico. No encontro eles se colocaram à disposição do Governo para ampliar a cadeia produtiva e a qualidade do produto produzido aqui no Estado.

É uma parceria importante para todos”, explica o gestor da Secretaria de Produção e Agricultura Familiar, Rafael Alves. De acordo com Ronan Salgueiro, da diretoria da Girolando MS, o grupo também apresentou ao governador Reinaldo Azambuja um demonstrativo das ações realizadas para a difusão da raça, principal responsável pelo avanço da pecuária leiteira no Estado e fez um convite para participação nos eventos que acontecerão durante a Expogrande 2015.

O Núcleo de Criadores Girolando foi criado em 2000 por iniciativa de um pequeno grupo de criadores que acreditava no potencial da raça leiteira às nossas condições climáticas. A entidade é a representante oficial da Associação Brasileira dos Criadores de Girolando. Tem o objetivo de reunir os criadores, incrementar de maneira racional o cruzamento dirigido, administrar no Estado os serviços de controle de genealogia, registro de nascimento, registro definitivo e de controle leiteiro oficial da raça, além de facilitar aos associados oportunidade de compra de matrizes, reprodutores e sêmen.

Já o Grupo de Produtores de Leite de Mato Grosso do Sul é formado por 28 pecuaristas e foi criado em 2002 para superar os problemas relativos ao baixo preço pago pelo litro de leite no Estado através da produção com controle de qualidade e o escoamento regular.

FONTE:http://www.pantanalnews.com.br/contents.php?CID=102074

Nenhum comentário:

Postar um comentário